Pular para o conteúdo principal

Constatação Melancólica




Os anos escapam pelos dedos,feito areia
Nada detém, nem sequer se pode tentar
Só resta assistir
Só resta gritar
Esperar que a descida não doa tanto
Não incomode tanto
Não destrua tanto.
Esperar, verbo infinitivo e infinito
O último e o primeiro verbo proferido
A linha entre o início e o fim inevitável
alegria, tristeza, saúde, doença, 
sim e não, início e fim,
tudo é tragado pelo ponto final, 
tudo é levado pela correnteza fluida dos anos,ora calma ora acelerada.
E o fim chega para tudo e todos.


Comentários

  1. Olá, querida Mari!
    Vamos ter esperança e viver um dia de cada vez alegremente pois a morte é certa como dizia meu pai amado.
    Seja feliz e abençoada junto aos seus amados!
    Bjm de paz e bem

    ResponderExcluir
  2. Perfeito doloroso Mari este sentimento de finitude ao qual não conseguimos escapar. Perfeita sua reflexão e este esperar e esperar é lenitivo, que nos nos deram e que nos impulsiona nesta dura caminhada.
    É certo que vamos crer e esperar em cada dia que as coisas se organizem e possamos ter o que se chama de felicidade.
    Abraços amiga.
    Bjs de paz.

    ResponderExcluir
  3. Belíssimo e melancólico, amo este momento da pessoa, não pela tristeza mas pelas verdades que se une aos demais, a exposição sem medo e o pedido. Mas enfim que este final que chega seja um ponto final e novos começos. Bela lembrança. Um abraço.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Devaneie você também!

Postagens mais visitadas deste blog

Resenha: Marcelo, Marmelo, Martelo e outras histórias, de Ruth Rocha

O exemplar que tenho em casa, velhinho mas em bom estado Livro : Marcelo, Marmelo, Martelo e Outras Histórias Autora : Ruth Rocha Ilustrador : Adalberto Cornavaca Edição : 33ª Ano : 1976 Editora Salamandra Ruth Rocha é uma das minhas autoras preferidas, pela sua capacidade de criar histórias infantis que levam à reflexão e de tocar em temas dito espinhosos.  Já falei sobre este assunto em uma resenha de outro livro, O Que Os Olhos Não Vêem , aqui mesmo neste blog. Para quem não está associando o nome à pessoa, ela é autora também de O Reizinho Mandão , Dois idiotas sentados cada qual no seu barril , Sapo Vira Rei Vira Sapo,   entre outros. Neste livro, Ruth Rocha conta três histórias, protagonizadas por crianças que vivem no espaço urbano. São situações do cotidiano,que estas crianças resolvem a seu modo, aprendendo e crescendo com os desafios a elas impostos.    -------------------------------- E m Marcelo, Marmelo, Martelo, história que dá título

1 Imagem, 140 Caracteres #441

 Uma semana se passou e ainda há reflexos da Páscoa no ar...  Tudo bem aí com vocês? Espero que sim! Preparei a postagem mas a internet me passou a perna e agora que dei a volta nela (ahhaha) aqui estamos de novo!  Como já está tarde, arrumei o texto para ficar mais enxuto. Vamos para nossa imagem da semana? Imagem obtida no site Carta Capital Descrição: a imagem mostra um casal de idosos, de costas, caminhando sobre uma passarela de cimento em uma área arborizada . À esquerda vê-se parte de um banco. O homem veste uma camisa azul clara e calças jeans e está de mãos dadas com a mulher, que usa saia marrom e uma blusa de frio branca e meias brancas e longas.  Ambos tem cabelos brancos e curtos.  .................................................................................................. A praça mudou, a cidade ao redor também. Mas você continua aqui ao meu lado. Isso é o que importa no final das contas.  .............................................................................

1 Imagem, 140 Caracteres # 443

Boa noite!!! Passei a semana gripada, o que significa que olhar para uma tela de computador era bem complicado. Tanto que tenho até trabalho atrasado por conta disso. Mas enfim, vamos ao que interessa: a sexta-feira está quase acabando e ainda dá tempo para a nossa blogagem semanal acontecer!  Então, vamos lá? Imagem extraída do DepositPhotos Descrição: um menino branco, de costas.Ele cabelos curtos e loiros. Está usando uma camiseta azul, uma bermuda preta e calçando tênis. Ele está sentado em um ambiente escuro observando um grande  aquário com peixes ornamentais grandes, cor-de-rosa fraco. Me perdi da minha turma... Melhor esperar aqui. Enquanto isso, me acalmo com a sensação de estar no fundo do mar! Bom final de semana!