Pular para o conteúdo principal

Várias Facetas, Várias Vidas - 4ª Parte (I)

(excepcionalmente nesta quarta)

ANA

A porta fechou-se atrás de mim e me deparei com um senhor aparentando entre 35 e 40 anos, observando-me através dos óculos abaixados. 
Xi, pensei.. cara de poucos amigos. 
Mas esta impressão logo se desfez. O senhor levantou-se rapidamente, estendeu a mão e com um largo sorriso cumprimentou-me:
- Então, quem tenho  o prazer de conhecer agora?
Esse tipo de recepção era um refresco, um oásis em meio a tantas caras fechadas e expressões de enfado que vira nos últimos tempos. Logo lembrei da recepcionista e seu olhar fixo na tela do computador. Que contraste. 
- Sou a Ana
- Bem vinda então, Ana! Posso dar uma olhadinha no seu currículo?
- Claro, aqui está. Atualizei esta semana. 
- Que bom, Ana.. quer um chá? Fique à vontade. 
Ficar à vontade, com o peso do desemprego sobre os ombros e a expectativa de uma vaga abrindo-se (mesmo o cargo não sendo exatamente meu sonho) parecia um tanto difícil, mas me servi do chá do mesmo modo. Será que tem soro da verdade nele, pensei rindo por dentro - um modo de aliviar a tensão. 
 - Você tem boas referências... me diga, por que saiu do último emprego?
- Houve uma crise na empresa, e demitiram muita gente. Corte de pessoal. 
- Hum... e você está se candidatando a auxiliar de recursos humanos, mesmo tendo faculdade de Administração.
- É que faz um tempinho que estou desempregada, e até agora não houve respostas favoráveis.. 
- Bem, gostei de sua sinceridade. Vou anotar seu telefone, e espero encontrar você de novo. 
Despedimo-nos com mais um aperto de mão forte. 
Saí da saleta, imaginando... cara simpático, aparentando sinceridade.. quantos dias será que iria ter de esperar para o telefone tocar? E, será que dessa vez iria ser uma resposta diferente, ou eu deveria continuar sobraçando papeladas e continuar passando em agências de emprego? 
Durante dois dias, fiquei com o celular bem perto, verificando se havia sinal, se a bateria estava boa...esperando e ao mesmo tempo temendo o toque do aparelho. 

(Continua...)

Comentários

  1. Boa tarde, Marina.
    Interessante como Ana está (pelo menos me parecendo) tentando mudar de atitude e de vida, ou seja, tentando evoluir.
    Abraço, Marina.

    ResponderExcluir
  2. Olá Mari,
    Essa é mesmo clássica: "entre e fique à vontade". Como? rsrsrsr...De fato, como para qualquer um que vivenciasse a mesma situação de entrevista/desemprego, sentiria apenas um turbilhão de emoções na mente e ate mesmo no estomago.

    Bem, espero que ela consiga o emprego, pois o ambiente me pareceu mais favorável. Quem sabe ela não se sinta mais à vontade trabalhando ali, não é?

    E, puxa vida, é sempre assim, no melhor a história da saga de Ana acaba! Que coisa, rsrsrsrsrrsrs... Terei que esperar!

    Abraços Flávio.
    --> Blog Telinha Crítica <--

    ResponderExcluir
  3. É a primeira vez que vejo a história da Ana, mas gostei muito do seu texto. Estou muito ansioso para conferir a 5 parte. Belo texto!
    Abraços,
    mateus-leite.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Olá Mari, boa noite!

    Vou te confessar: não acompanhei a história desde o começo, portanto, peguei o "bonde andando". Que penaaaaa! Tem nada, não, quando iniciar outra , vc me avisa , virei "correndo", te ler e acompanhar, ok?

    Querida, agradeço de coração, a sua visita ao Sementes Preciosas, e às palavras deixadas lá pra mim. MUito obrigada!

    Voltarei.....


    BJosssssss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sem estress... vou linkar com mais eficiência os capítulos, aí quando quiseres, poderás acompanhar do início.

      Excluir
  5. a saga por um emprego =)
    gostei.

    ResponderExcluir
  6. A atitude que Ana tomou já é um passo, independente do resultado que terá. Apenas se for negativo, ela terá que segurar a barra, o que nem sempre é fácil.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ana é uma pessoa forte, ou pelo menos acha que é.. costuma ser alguém de atitude.. mas até mesmo alguém forte estaria um pouco desestabilizado depois de um tempo de incerteza como este... ela é orgulhosa, quer ser autosuficiente e não ter um emprego fixo é quase um atestado de fracasso. Vejamos o que acontece nos próximos episódios.

      Excluir

Postar um comentário

Devaneie você também!

Postagens mais visitadas deste blog

Resenha: Marcelo, Marmelo, Martelo e outras histórias, de Ruth Rocha

O exemplar que tenho em casa, velhinho mas em bom estado Livro : Marcelo, Marmelo, Martelo e Outras Histórias Autora : Ruth Rocha Ilustrador : Adalberto Cornavaca Edição : 33ª Ano : 1976 Editora Salamandra Ruth Rocha é uma das minhas autoras preferidas, pela sua capacidade de criar histórias infantis que levam à reflexão e de tocar em temas dito espinhosos.  Já falei sobre este assunto em uma resenha de outro livro, O Que Os Olhos Não Vêem , aqui mesmo neste blog. Para quem não está associando o nome à pessoa, ela é autora também de O Reizinho Mandão , Dois idiotas sentados cada qual no seu barril , Sapo Vira Rei Vira Sapo,   entre outros. Neste livro, Ruth Rocha conta três histórias, protagonizadas por crianças que vivem no espaço urbano. São situações do cotidiano,que estas crianças resolvem a seu modo, aprendendo e crescendo com os desafios a elas impostos.    -------------------------------- E m Marcelo, Marmelo, Martelo, história que dá título

1 Imagem, 140 Caracteres #441

 Uma semana se passou e ainda há reflexos da Páscoa no ar...  Tudo bem aí com vocês? Espero que sim! Preparei a postagem mas a internet me passou a perna e agora que dei a volta nela (ahhaha) aqui estamos de novo!  Como já está tarde, arrumei o texto para ficar mais enxuto. Vamos para nossa imagem da semana? Imagem obtida no site Carta Capital Descrição: a imagem mostra um casal de idosos, de costas, caminhando sobre uma passarela de cimento em uma área arborizada . À esquerda vê-se parte de um banco. O homem veste uma camisa azul clara e calças jeans e está de mãos dadas com a mulher, que usa saia marrom e uma blusa de frio branca e meias brancas e longas.  Ambos tem cabelos brancos e curtos.  .................................................................................................. A praça mudou, a cidade ao redor também. Mas você continua aqui ao meu lado. Isso é o que importa no final das contas.  .............................................................................

1 Imagem, 140 Caracteres # 443

Boa noite!!! Passei a semana gripada, o que significa que olhar para uma tela de computador era bem complicado. Tanto que tenho até trabalho atrasado por conta disso. Mas enfim, vamos ao que interessa: a sexta-feira está quase acabando e ainda dá tempo para a nossa blogagem semanal acontecer!  Então, vamos lá? Imagem extraída do DepositPhotos Descrição: um menino branco, de costas.Ele cabelos curtos e loiros. Está usando uma camiseta azul, uma bermuda preta e calçando tênis. Ele está sentado em um ambiente escuro observando um grande  aquário com peixes ornamentais grandes, cor-de-rosa fraco. Me perdi da minha turma... Melhor esperar aqui. Enquanto isso, me acalmo com a sensação de estar no fundo do mar! Bom final de semana!