Pular para o conteúdo principal

1 Imagem, 140 Caracteres # 342

Bom dia! 

Em quarentena desde quinta-feira passada, saindo de casa apenas quando estritamente necessário. 
Pensei comigo: bem, essa é a oportunidade perfeita para conseguir escrever mais... Ledo engano. Passei este últimos dias apenas ajustando coisas relativas ao trabalho e ficava me sentindo tão cansada que nem abri o  blog esta semana, quanto mais escrever algo novo nele.
Tenho várias postagens em rascunho, e vou lutar para este ano poder atualizar este espaço com mais frequência, é claro. 

E, queridas pessoas que leem este blog:quem puder, fique em casa!

Enfim, com quarentena e Quaresma (para os cristãos), coincidindo no clima de recolhimento, pensei em utilizar a imagem abaixo: 


Imagem extraída do site G1


Descrição: a imagem mostra uma rua deserta, asfaltada. Dos dois lados da rua vê-se árvores plantadas entre a rua e a calçada. É dia e faz sol. A fotografia foi tirada de forma a ver-se, em primeiro plano, a calçada, uma grade verde na beira da calçada (provavelmente atrás fica um terreno particular). As árvores estão em fila. Não se veem carros nem pessoas. 



Silêncio, recolhimento. 
Reflitamos sobre nossos privilégios, sobre nossas dificuldades,
Oremos pelos irmãos que sofrem e os socorramos! 


Comentários

  1. Oi,Mari! Linda proposta dessa semana e tua participação assim também. Em casa, como falas, realmente por vezes pouco tempo nos sobre.Mas é bom estar ocupadas, mas com a mente relaxada...Cumprindo nossa parte apesar de... beijos, tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, Chica. Precisamos manter a sanidade, não é? Abraços!

      Excluir
  2. Evde hayat var. Evde kalmak lazım. O zaman daha fazla yazmalısın:)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, com a adaptação ao trabalho em casa é certo que conseguirei criar uma rotina e escrever. Obrigada pela visita!

      Excluir
  3. Bom dia com paz e muita saúde, querida amiga Mari!
    Foi um bom momento que tive na madrugada.
    Gostei da imagem.
    Creio que tem sido uma constante nós revermos nosso caminhar que está acompanhando a quarentena da Quaresma.
    Incrível!
    Assim como o povo chegou a Páscoa , iremos chegar também, se Deus quiser!
    O mundo ficou reflexivo e valorizou a vida.
    A futilidade morrendo está. Fofocas, intrigas, etc...
    Os valores bons estão em alta ...
    Aleluia!
    Tenha dias abençoados e na proteção contra o vírus impiedoso!
    Bjm carinhoso e fraterno de paz e bem

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenho esta esperança também, Roselia. Recolhidos estamos, à semelhança de Jesus no sepulcro.. Espero também que a Páscoa chegue com a renovação e aos poucos possamos sair também.
      Abraços!

      Excluir
  4. Bom dia. Uma boa imagem para o momento com leitura de recolhimento e reflexão que são tão necessárias, mas que hoje só acontece pela imposição do mal que assombra. bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que possamos tirar uma lição disso e sairmos melhores.. Abraços!

      Excluir
  5. Perfeita e digna reflexão nas suas palavras Marina.
    É preciso este olhar e esta atitude humana.
    Minha colaboração neste lindo projeto.
    Meu virtual abraço e cuide-se.
    Bom fim de semana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa humanidade está precisando muito disto, ser mais humana. "A humanidade é desumana, mas ainda temos chance", já dizia Renato Russo em uma de suas composições.
      Abraços!

      Excluir
  6. Um texto maravilhoso. Convém reflectir. Não acontece só aos outros!

    -
    Tudo se recomeça...
    -
    Beijos. Bom fim de semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exato, Cidália! Nosso mundo precisa ser menos egoísta.
      Abraços!

      Excluir
  7. Bom dia, Mari
    Linda e oportuna leitura e imagem.
    Um beijinho carinhoso
    Verena.

    ResponderExcluir
  8. Boa tarde Mari,
    Magnífica sua leitura desta imagem tão sugestiva para os dias que estamos atravessando.
    Quem dera que todos deixassem assim as ruas desertas. Evitaríamos uma catástrofe maior.
    Beijinhos e bom fim de semana com saúde.
    Ailime

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, Ailime, tens toda a razão! Há gente que ainda não entendeu o perigo que estamos enfrentando, espero que haja mais bom senso doravante.
      Abraços!

      Excluir
  9. Momento difícil mas rico para refletirmos sobre tudo que temos, agradecer a Deus, rogar pelos que sofrem e pedir proteção para quem precisa continuar trabalhando! Se cuide!
    Abraço!
    Sonia

    ResponderExcluir
  10. Boa noite Marina,
    Sim o momento pede recolhimento e preocupação com os mais velhos, vamos tentar cada uma fazer o nosso melhor nesse momento de resguardo e recolhimento.
    Apesar de que eu continuo a trabalhar normalmente de casa, porque meu trabalho permite essa opção, mas sinceramente estou muito preocupada com aqueles que dependem das vendas diárias, dos serviços de salão, dos comércios. Vamos orar passa que esta fase passe logo!
    Abraço,
    Sueli

    ResponderExcluir
  11. Eu adoro vir ler e
    comentar mas prefiro
    hoje só dizer que apreciei
    o que li.
    Bjins
    CatiahoAlc.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Devaneie você também!

Postagens mais visitadas deste blog

Resenha: Marcelo, Marmelo, Martelo e outras histórias, de Ruth Rocha

O exemplar que tenho em casa, velhinho mas em bom estado Livro : Marcelo, Marmelo, Martelo e Outras Histórias Autora : Ruth Rocha Ilustrador : Adalberto Cornavaca Edição : 33ª Ano : 1976 Editora Salamandra Ruth Rocha é uma das minhas autoras preferidas, pela sua capacidade de criar histórias infantis que levam à reflexão e de tocar em temas dito espinhosos.  Já falei sobre este assunto em uma resenha de outro livro, O Que Os Olhos Não Vêem , aqui mesmo neste blog. Para quem não está associando o nome à pessoa, ela é autora também de O Reizinho Mandão , Dois idiotas sentados cada qual no seu barril , Sapo Vira Rei Vira Sapo,   entre outros. Neste livro, Ruth Rocha conta três histórias, protagonizadas por crianças que vivem no espaço urbano. São situações do cotidiano,que estas crianças resolvem a seu modo, aprendendo e crescendo com os desafios a elas impostos.    -------------------------------- E m Marcelo, Marmelo, Martelo, história que dá título

1 Imagem, 140 Caracteres #441

 Uma semana se passou e ainda há reflexos da Páscoa no ar...  Tudo bem aí com vocês? Espero que sim! Preparei a postagem mas a internet me passou a perna e agora que dei a volta nela (ahhaha) aqui estamos de novo!  Como já está tarde, arrumei o texto para ficar mais enxuto. Vamos para nossa imagem da semana? Imagem obtida no site Carta Capital Descrição: a imagem mostra um casal de idosos, de costas, caminhando sobre uma passarela de cimento em uma área arborizada . À esquerda vê-se parte de um banco. O homem veste uma camisa azul clara e calças jeans e está de mãos dadas com a mulher, que usa saia marrom e uma blusa de frio branca e meias brancas e longas.  Ambos tem cabelos brancos e curtos.  .................................................................................................. A praça mudou, a cidade ao redor também. Mas você continua aqui ao meu lado. Isso é o que importa no final das contas.  .............................................................................

1 Imagem, 140 Caracteres # 443

Boa noite!!! Passei a semana gripada, o que significa que olhar para uma tela de computador era bem complicado. Tanto que tenho até trabalho atrasado por conta disso. Mas enfim, vamos ao que interessa: a sexta-feira está quase acabando e ainda dá tempo para a nossa blogagem semanal acontecer!  Então, vamos lá? Imagem extraída do DepositPhotos Descrição: um menino branco, de costas.Ele cabelos curtos e loiros. Está usando uma camiseta azul, uma bermuda preta e calçando tênis. Ele está sentado em um ambiente escuro observando um grande  aquário com peixes ornamentais grandes, cor-de-rosa fraco. Me perdi da minha turma... Melhor esperar aqui. Enquanto isso, me acalmo com a sensação de estar no fundo do mar! Bom final de semana!