Pesquisar este blog

26 de fev. de 2013

Poema de um Sono Quase Chegando

De um lado a informação
Do outro a ignorância
Dualidade perene 
Em um mundo inconstante 
Tudo mudou 
Tudo continua igual
Nada é para sempre
Nada se perde
Tudo se transforma
Nada se cria
Nada é novo
Debaixo do sol
Tudo é novidade
Ou velharia requentada? 
Onde está a verdade 
Por tantos almejada? 
É a verdade temida
A letra tremida
Os pensamentos inconsequentes
Os desejos das gentes
As confusões de uma escrita
Perto da meia-noite
O limbo entre a vigília e o sono
Uma vida fervilhante que se faz presente.

20 de fev. de 2013

Insanidades Instantâneas (4) - Essa não se chamava Kafka

 Encontrei uma barata na cozinha
Eu olhei prá ela
Ela olhou prá mim
Peguei um chinelo antegozando o seu fim

.......................

Mas o saco é que essas danadas voam!!!!



Onde você andava, criatura?


    2 de fev. de 2013

    Uma Imagem, 140 caracteres #02



    Que legal, estou igual ao papai! Gosto do cabelo dele, parece o sol!!!


    (Para quem ainda não conhece o projeto Uma Imagem, 140 caracteres, leia o texto no blog Escritos Lisérgicos
     

    1 Imagem, 140 Caracteres # 480

     Boa noite! Tudo bem com vocês? Espero que sim!!! Depois de voltar ao trabalho com alguns dias de formação, aqui estamos!  Sexta-feira chego...