Pesquisar este blog

26 de set. de 2014

1 Imagem, 140 Caracteres # 53 e selinho.

Oieeeeee!!!

Duas postagens em uma, porque a internet aqui resolveu me trollar e não consegui postar nada durante a semana.

Primeiro, vamos à imagem, que aliás leva a uma reflexão sobre um aspecto dominante da contemporaneidade:


Tão perto, porém tão distantes. O que a modernidade tem nos trazido mesmo?


E agora, com vocês, o selinho!!!

Este, recebi da Silvana com a missão de repassar para 15 blogs. 
Como muitos blogs meus conhecidos já receberam, não vou indicar... Vou deixar como uma oferta, quem passar por aqui e quiser levar também, fique à vontade! 





Até a próxima postagem, se a internet deixar não vai demorar muito!!!

Abracitos... 

Mari

 


19 de set. de 2014

1 Imagem, 140 Caracteres # 52

Sexta-feira de novo, e eu passei a semana sem escrever no blog, #shame.

Mas não perco a BC 1 Imagem, 140 Caracteres!!!


Olha só que imagem legal a Silvana mandou!


Foi aqui que conversei com meu pai pela última vez.Sinto a água tépida e relembro aquela pescaria.






12 de set. de 2014

1 Imagem, 140 Caracteres # 51

É sexta!
Dia de 1 Imagem, 140 Caracteres, dia de visitar os mais variados blogs e ver a criatividade de nossos participantes!

E a imagem de hoje é esta:


Um momento de raiva as levou ao chão. 
Mas outro, de compaixão, não quis deixá-las nos trilhos.  



7 de set. de 2014

Selo e perguntinhas!



A Aleska - A Menina das Ideias - me indicou para receber este selo.

Já fazia um tempinho que não recebia selos, desafios, estas coisinhas. Acho legal, é mais um jeito de movimentar a blogosfera e divulgar blogs bacanas.


Regrinhas:


1- Colocar o Prêmio em seu blog #feito
2- Responder às questões (abaixo!)
3-Remeter o selinho para 4 blogs que tenham menos de 200 seguidores com as mesmas questões (mais abaixo...)
4-Não repassar para o blog que lhe enviou
5-Informar o blog que o nomeou para que o mesmo possa acompanhar suas indicações #feito!


Vamos às perguntas...


 O que você acha do nível de blogs na internet?

Acho que há blogs e blogs, há os que são maravilhosos, com propostas inteligentes e que muito contribuem com a colcha de retalhos que a internet é. Ao passo que há os blogs que poderiam ser melhores se os donos pesquisassem um pouco mais e utilizassem de menos "achismos". 

Como você definiria seu blog?

 Eu não gosto de definir muito meu blog, embora ele tenha uma definição no cabeçalho (Um espaço des(a)tinado a "devaneios, delírios, desvarios"), pois é o que ele é no final das contas. Não gosto de vê-lo apenas como um "blog de contos", "um blog de opinião"... Neste blog, eu coloco o que me dá na telha! Os meus outros dois ( Serial Writer e Reflexões em Sala de Aula), tem uma proposta mais definida, mas o Devaneios é minha válvula de escape, onde posso postar de forma mais amalucada. 


Está difícil blogar hoje em dia?

No meu caso específico, não está. O problema é que sou um pouco procrastinadora, então tenho de criar foco e realizar outros trabalhos, senão fico lendo nas redes sociais e anotando ideias para o blog e descuido do resto. E também há ocasiões em que falta inspiração mesmo. 

 Que tipo de conteúdo você não gosta de ver num blog?

Posts do tipo "mais do mesmo", com ideias já batidas, posts que reforçam estereótipos machistas, racistas, incitação à violência. 

 Assuntos Diversos  

O que no Brasil necessita de melhoras?

 - Saúde, pois apesar do SUS ter seus pontos positivos, há muito o que se avançar para todos serem atendidos com qualidade
- Educação, no sentido de que é necessário revisar a quantidade de alunos por sala, os planos de carreira dos profissionais (nem todos os municípios do Brasil tem um bom plano de carreira estabelecido), e mais condições para que não haja tanta diferença entre a estrutura das escolas entre os estados da federação. 
- Políticas públicas de qualidade e pessoas que sejam mais constantes, ou seja, não mudem de ideia ao assumirem um cargo público. 
-Maior valorização da enorme riqueza cultural que nosso país tem!!Acho importante que a mídia televisiva, que ainda domina em muitas casas, comece a valorizar mais produções nacionais, retratos da cultura que derrubem certos estereótipos, em vez de reportagens que os consolidem.

 Já tem seu candidato à Presidência? 

 Ainda não, mas estou lendo e pesquisando bastante para definir meu voto. 

 Quais assuntos você não abordaria numa conversa entre amigos? 

Hum... depende quais amigos, né? Geralmente, não gosto de abordar assuntos que são considerados espinhosos, dependendo a realidade do grupo de amigos em que estou. Geralmente evito falar sobre eleições, posto que vira um debate sem fim e sem consenso. 

Filme Preferido? 

Tenho vários, difícil escolher. Um filme que vi quando era criança e que lembro muito bem é "Meu Pé Esquerdo",baseado na história real de Christy Brown. Ele foi um artista plástico e escritor, que devido à uma paralisia cerebral, podia controlar apenas seu pé esquerdo, e lutou muito para conseguir ser valorizado.Tenho vontade de assistir novamente. 

Onde Gostaria de morar? 

Eu já quis morar em um monte de lugares diferentes, para conhecer e absorver diferentes culturas. Mas na verdade, gosto muito de morar aqui. 

Como você se vê? 

Alguém com bom humor, que não desiste fácil se acha que algo vale a pena; com alguns arroubos de espontaneidade. 
Ao mesmo tempo, como uma pessoa um tanto insegura em alguns momentos. 

Como gostaria que as pessoas lhes vissem? 

Como uma amiga, em que se pode confiar.

 Blogs indicados ao Selo:

 Meus Anjos Adorados 
Escritos da Alma
Sinais...de Esperança
Assim, Assim

Até a próxima!!!



5 de set. de 2014

1 Imagem, 140 Caracteres # 50

Chegamos à 50ª edição!
50 imagens instigadoras, belas, melancólicas, esperançosas, alegres...

E olha que linda a nossa 50ª imagem:



Deixo-me levar pelo embalo das águas, e sintonizo minhas notas com a natureza. A tranquilidade emana e rodeia este lugar!




3 de set. de 2014

Blogagem Coletiva: Livros que marcaram a minha infância

Atendendo a uma convocação da Sybylla (Momentum Saga) no Twitter, hoje tem BC! 


Livros que Marcaram Nossa Infância!!!








Vamos lá..

O primeiro livro que me recordo, que foi o primeiro que tive muita, muita vontade de ler, foi Reinações de Narizinho (Monteiro Lobato). Ainda tenho aqui em casa o exemplar, com um carimbo de uma biblioteca do ano de 1967. Era de uma tia minha.


Além deste livro, outro que li foi Caçadas de Pedrinho, do mesmo autor. Adivinhou quem disse que também tenho este livro em casa. 


Na realidade, eu lia e ainda leio o que cai à minha frente, então durante minha infância, assim que fui alfabetizada - o que lembro que aconteceu bem rápido - li muitos livros por ano. Lembro bem que não via a hora de aprender a ler, pois queria muito fazer isto sozinha.

Vivia relendo este exemplar!
Além destes dois livros, tinha uma coleção de gibis da Turma da Mônica e da Disney, cresci rindo e me divertindo com Pato Donald, Mickey, Pateta (Ah, a coleção Pateta Faz História! Pena que só tive acesso a dois gibis destes).







Uma outra obra que me chamou muito a atenção foi uma Bíblia em quadrinhos. Toda minha família é católica, e ter este exemplar da Bíblia foi muito bom, pois tinha uma linguagem simplificada e as ilustrações davam uma ideia de como era a vida, as vestimentas. Era o cristianismo com rosto e personalidades.

Eu lia muitos livros por mês ( "fininhos"), e a cada ano o interesse e a quantidade de páginas dos livros iam aumentando.

Na adolescência, conheci os livros da série Vagalume,e os que mais me marcaram foram Um Cadáver Ouve Rádio e Zezinho, o Dono da Porquinha Preta. Além destes,a adolescência me apresentou aos ótimos Fernando Sabino e Luís Fernando Veríssimo.










Foi na adolescência também que conheci O Pequeno Príncipe e seu amor pela rosa, e admito que chorei no final, rsrsrs.







Além destes livros, li muitas revistas, enciclopédias e o que mais achasse interessante.Tinha um interesse muito grande por Ciências, principalmente o funcionamento do corpo humano e o reino animal, e lia todo material que encontrasse a respeito. Na verdade, eu era quase uma CDF, embora tomasse bomba em Física.



O que percebi com esta blogagem?


Muitas pessoas ainda reforçam o discurso de que "brasileiro não lê", mas vejo muitas crianças e jovens falando sobre seus livros preferidos, adolescentes discutindo com propriedade no Skoob, grupos no Facebook e Twitter. Hoje em dia, o acesso aos livros está mais fácil, na nossa época de infância nem sempre conseguíamos os livros que desejávamos, pois era difícil comprar.

No meu caso, as bibliotecas e livros "mais ou menos velhos" que parentes repassavam foram a salvação, comprar livros era quase impraticável. 
O que salta à vista, e que leva muitos a acharem que os "jovens não gostam de ler", é o fato de não lerem os tais clássicos da literatura. Eu mesma não gostava de ler quando algo era imposto. Outra coisa são os crassos erros de ortografia e expressão nas frases, problemas de interpretação de textos... Mas ainda insisto em dizer que crianças e jovens leem, sim!
Mas é preciso adaptar alguns pensamentos, modos de incentivar as crianças a gostar de livros. Sou professora e sei que as crianças gostam muito de "histórias",e  se o/a professor/a ler com entusiasmo e mostrar gosto pela leitura, influenciará positivamente seus alunos.

E você? Quer participar? 
A blogagem está bombando! 
Deixe seu link lá Momentum Saga! 





1 Imagem, Caracteres #472

 Boa noite!!!  Tudo bem com vocês?  Que semana, minha gente. Começando com alagamento em várias regiões do estado, dias sem aula (mas trabal...