Pesquisar este blog

25 de fev. de 2022

1 Imagem, 140 Caracteres # 435

 Bom dia! 


Uma semaninha complicada encontra seu fim, como as que a sucederam.

 

Espero este final de semana conseguir ler todos os blogs parceiros, pois as interpretações que o pessoal faz das imagens aqui postadas na BC semanal são incríveis! Quero agradecer a esse pessoal que está há anos junto nesta blogagem e aos novos que continuam aparecendo. 

 

Vamos à imagem desta semana?

 


 

Descrição: a imagem mostra um cão de pelagem cinza-escura com alguns fios brancos entre os olhos e focinho, ao lado de um gato tricolor ( preto, branco e marrom claro -dizem que tricolores normalmente são fêmeas). Do cão é possível ver a cabeça de perfil e pequena parte do corpo. Da gata, pode-se ver as patas brancas se cruzando , os dois olhos e orelhas em pé, além de pequena parte do corpo. Os dois estão deitados ao chão, quase encostando um no outro. 


 - Todos os dias ela sai e não sabemos que horas volta. 

- Mas ela volta sempre, né? 

- Será que demora muito ainda?  

 

 

 


18 de fev. de 2022

1 Imagem, 140 Caracteres #434

 Bom dia e boa sexta-feira!

Espero que estejam bem.

Chegamos a mais um final de semana, e este dia que aqui está começando ainda está carregado de possibilidades. 

Falando em possibilidades, vamos lá mais uma vez exercitar nossa criatividade e concisão com a imagem desta semana? 


Foto tirada com meu celular

Descrição: a imagem mostra um copo plástico transparente com capacidade para 100 ml. Dentro do copo,uma quantidade pequena de água. O copo está no parapeito de uma janela basculante que se encontra fechada. Através do vidro fosco pode-se ver luzes amareladas vindas da rua. 

 

 

Urgência ou distração? 
O que será que trouxe esse copo aí? 
Vou destinar essa água a algum vasinho... 
 
 
....................................................
 
 
Bom final de semana! 
 
 
 


11 de fev. de 2022

1 Imagem, 140 Caracteres #433

 Bom dia, boa tarde, boa noite! 


Mais uma semana chegando ao seu fim, e aqui estamos para mais uma edição da nossa tradicional blogagem coletiva de sexta-feira! 


Imagem obtida no Pinterest

Descrição: a imagem mostra um fundo embaçado sugerindo um céu de final de tarde, em tons amarelados, sendo possível distinguir a forma do sol. Também se vislumbra um pássaro em pleno voo. 

Em primeiro plano, os dedos de uma pessoa pinçando uma estrutura semelhante a uma gaiola circular em miniatura, abrindo-a pela parte superior, dando a ilusão de que está próxima ao pássaro voando ao fundo, no céu. 


Queria guardar um pouco de felicidade para si. 

Mas percebeu: felicidade também é saber deixar ir.

O voo é verdadeiramente belo em liberdade. 



Bom final de semana e até mais!



5 de fev. de 2022

1 Imagem, 140 Caracteres #432

 Bom dia! 

Salvei a postagem e estranhei que não apareciam comentários no e-mail.. Aí volto para o blog e vejo que tinha salvo como rascunho, ahauhauahuaha, só pra minha cara. 


O lado bom é que tive de voltar aqui e troquei a imagem que tinha ficado meio estranha. Peço desculpas a quem passou aqui ontem e não encontrou a postagem, mas enfim, vamos lá! 


Segue o baile! 



Descrição: a imagem mostra parte da mão de uma pessoa, da qual se pode ver o polegar, indicador e dedo médio. Esta pessoa segura na mão um isqueiro avermelhado, o qual está acendendo. A chama está um pouco alta e inclinada O ambiente é escuro, supondo um lugar fechado ou ser noite. 


Uma luz mesmo pequena é um alento; dissipa as trevas e traz um pouco de segurança.


Até mais!!!




2 de fev. de 2022

Pequenas considerações sobre acessibilidade

Muita gente trata mal idosos porque eles nos lembram de nossa finitude.

A ideia de que não teremos saúde para sempre e que nossos corpos não responderão para sempre do jeito imediato que queremos, faz com que muitos de nossos irmãos maltratem os idosos, pois não gostam de se ver neles. É a janela para um futuro que não querem admitir. 

Da mesma forma, muito do preconceito contra pessoas com deficiência vem da sensação desagradável de ser confrontado com a realidade, do medo do "diferente". 

Precisamos fazer com que a acessibilidade seja muito, muito mais discutida. Estamos em 2022 e ainda se apresentam projetos de prédios, construções, ruas.. sem levar em conta que não apenas as pessoas jovens, com todos os membros do corpo proporcionais, com faculdades mentais dentro do espectro que fomos ensinados a considerar normais irão ocupar estes espaços. 

Simplesmente parece que as pessoas não sabem que um dia irão envelhecer, que de uma hora para outra podem ficar com movimentos limitados, ou que todo dia nasce alguém com limitação física ou mental. Que há mais de uma maneira de se locomover, de pensar, de realizar as tarefas cotidianas. 

É um direito básico, o de ir e vir, que não se leva em conta. Ainda há prédios novos sendo construídos sem levar a acessibilidade em conta, ainda há escolas e até mesmo hospitais sem corrimão e rampas decentes, supermercados, shoppings, bares, restaurantes.. sem recursos mínimos para garantir o básico. 

A lei diz que é direito dos estudantes terem acessibilidade: provas em braille, ledores, intérpretes de LIBRAS, tradutores se necessário, auxiliares com formação para lidar com limitações motoras e intelectuais... Mas ainda vemos, em pleno 2022, instituições negando este direito, "empurrando com a barriga", escolas particulares negando matrícula de estudantes com deficiência, prédios públicos com rampas inadequadas, pessoas sem tato sendo mal-educadas quando questionadas sobre o direito a acessibilidade. 

Há calçadas com piso tátil para pessoas cegas/com baixa visão, mas tem gente que não sabe para que ela serve, pensando que o piso no meio é para dividir a calçada para que de um lado passe bicicletas. Sério, já ouvi isso e não faz muito tempo. 

Esse direito de ir e vir parece ser tão negado a pessoas que "são diferentes", que há as que preferem não sair de casa pois se sentem constrangidas com olhares, cochichos, expressões que vão de escárnio a "pena".

"Aquela pessoa idosa sujou a mesa, não consegue nem comer direito. Levar para comer fora é um incômodo";  " Aff, tive de esperar mais para poder entrar na loja porque a pessoa na minha frente caminhava muito devagar, por que outra pessoa não foi no lugar dela e ela ficou no carro?"; Ou ainda "há crianças com 'um grau de deficiência que é impossível a convivência' ". 

Não podemos nos considerar uma espécie evoluída, ou dizer que estamos avançando enquanto sociedade, quando diariamente vemos a dignidade humana sendo atacada até mesmo por quem, devido à posição que a própria sociedade lhe dá, deveria protegê-la. 

É urgente repensarmos nossas ações, vigiar e cobrar políticas públicas, rever nossos atos para aí sim começarmos a caminhar para uma sociedade que desejamos. 

1 Imagem, Caracteres #472

 Boa noite!!!  Tudo bem com vocês?  Que semana, minha gente. Começando com alagamento em várias regiões do estado, dias sem aula (mas trabal...