Pesquisar este blog

29 de nov. de 2019

1 Imagem, 140 Caracteres # 325

Bom dia, povo! 

Seja bem-vinda mais uma sexta-feira! 

Espero que todos estejam bem. 

Refleti sobre que imagem colocaria aqui nesta edição da nossa BC, e enquanto matutava uma imagem simples, limpa e cristalina apareceu em minha mente. Não tive mais dúvidas: é esta! Simples mas ao mesmo tempo cheia de significados, pois sei que os participantes da nossa blogagem terão muito a dizer!

Vamos a ela? 



Imagem obtida no  blog 365 coisas que posso fazer

 #postacessivel:  a imagem mostra um copo transparente, de vidro. Dá para ver um jato de água que o está enchendo, e já está quase pela metade. 



Um gesto tão banal, ao qual milhões de pessoas ainda não tem acesso em pleno 2019. 
Água é vida, e a vida deve ser para todos!  


Até a próxima postagem! Bom final de semana!

 
 

22 de nov. de 2019

1 Imagem, 140 Caracteres # 324

Oi!

Como vocês estão?


Mais uma semana chegando ao seu fim, e nossa Blogagem Coletiva de sexta-feira chegando à sua 324ª edição. 

Tanta coisa acontecendo, tantas notícias estarrecedoras, mas ao mesmo tempo ainda outras que nos dão um pouco de alento, a sensação de que nem tudo está perdido. Que ventos bons tragam outras boas novas mais, pois 2019 está complicado para quase todo mundo! 

Vamos à nossa imagem da semana? 

Imagem obtida no site MA10
#postacessivel: a imagem, em preto e branco, mostra de perto (um close), olhos, parte do nariz e parte das sobrancelhas de uma pessoa de pele negra. A imagem destaca os olhos, que parecem estar fixos em um ponto, refletindo uma imagem que aparenta ser um vulto de uma pessoa. O olhar da pessoa está sério. 






A imagem de você retornando grava-se nas minhas retinas.
Talvez uma esperança volte junto? Não sei. Mas ainda posso me permitir sonhar. 



Tenham um bom final de semana e até a próxima! 

 

18 de nov. de 2019

Pipistrello, scarafaggio e a delícia de aprender outros idiomas

Comecei um curso de Italiano há alguns meses, mais pelo gosto em aprender línguas novas e por gostar de etimologia - não é a mesma coisa que entomologia, embora as duas sejam interessantes - do que pelo resultado prático que isso terá, não que o resultado deste curso não seja ótimo, afinal futuramente poderei ser professora de italiano. 

  Como sempre acontece quando aprendo - ou tento aprender - algum idioma, as comparações são inevitáveis. 

Aqui onde moro é comum falar um dialeto, conhecido como Talian, o qual tem várias palavras e expressões muito diferentes da língua italiana original. O que é perfeitamente normal, afinal a língua é algo vivo que se adapta e muda. (#marcosbagnofeelings)

Esses tempos atrás, ainda no início do curso, me deparei com a palavra pipistrello. 
Fofinha, né? 
Mas se refere a um animal não muito fofo, no caso, o morcego. 

Chamando em italiano, parece que estou desmoralizando o bicho. Afinal, pensem na sonoridade: 

Português - Morcego. Pronunciar a palavra dá até um medinho. MOR-CE-GO. 

Espanhol - Murciélago. Ainda se tem um pequeno temor respeitoso, a gente vai falando a palavra e sentindo o poder dela, "murciélago". 

Talian (nosso dialeto daqui) - Barbustello. Já deixa o bicho um pouco menos temido, aparenta uma coisa mais ridícula que criadora de medo. 

Aí vem o italiano - Pipistrello. Parece nome de coisinha fofinha, cuti-cuti. Ouço "pipistrello" e imagino um beija-flor, um bichinho dócil, algo que dá vontade de pegar no colo. Mas não, continua sendo um "morceeego", embora o nome dê menos medo.

Talvez em alemão volte a ser algo mais amedrontador, penso eu.. mas não, é igual ao inglês: bat. 

Bat não dá medo nenhum, parece uma onomatopeia.  Nem mesmo pensando no Batman consigo respeitar a palavra bat como respeito a palavra morcego.

Se bem que em romeno o nome também é fofinho: liliac. 
(Que, aliás, é também nome de uma banda formada por irmãos que fazem covers muito, muito bons mesmo, de bandas de rock). 

Sério, "liliac" tem uma sonoridade legal, faz a gente ter menos medo de morcegos e nos lembra que não são todas as espécies que são hematófagas.

Claro que o contrário também existe, palavras que em nosso idioma são "fofinhas", dão uma sonoridade bacana ao falar, expressam algo que entendemos e que quando transportadas para outro idioma soam estranhas aos nossos ouvidos, como "barata" que tem uma sonoridade de algo comum, banal, e que em espanhol vira "cucaracha" - fica parecendo outro animal, algo maior e mais perigoso. E em italiano, "scarafaggio", fica parecendo mais perigoso ainda. Se eu ouvir  alguém gritando por ter aparecido un scarafaggio, a possibilidade de sair correndo é maior que se eu ouvir "Ai, uma barata". Na segunda possibilidade nem me dou ao trabalho de correr, pego um chinelo, um mata-moscas ou o que tiver por perto e possa liquidar o bicho - sorry, tenho nojo e mato mesmo. 
 Ou o teclado, (substantivo masculino)que em italiano vira tastiera.(substantivo feminino) Apesar de estranhar a palavra no início, acho até que fica mais musical dizer que "suono la tastiera" do que "toco teclado". Sim, "tastiera" se refere tanto ao teclado de computador quanto o musical, antes que você ou mais alguém pergunte.

Aliás, pergunta, palavra cuja segunda sílaba parece vir de dentro da garganta, em italiano é "domanda". Gosto dessa palavra, tem uma sonoridade legal, não é uma coisa seca como "ask" e não tem a estranheza de "pregunta". 

Nem deu para perceber o quanto gosto de descobrir a origem das palavras e as diferenças entre os idiomas, né? E como a digressão, la digressione, the digress, enfim, faz parte do dia-a-dia, embora muitas vezes eu a isole dentro da minha caixa craniana para o bem da humanidade e nem tudo o que eu penso saio falando por aí ou transformo em texto. 

Desta vez não resisti, desculpem. (ou scusate, apologize me, lo siento), prometo que por enquanto, até outro delírio digressional ocupar minha mente e não se contentar em ficar lá dentro, este é o último parágrafo do texto. 

Eu menti! O último parágrafo é este. 



15 de nov. de 2019

1 Imagem, 140 Caracteres # 323


Bom dia, sexta-feira! 
Bom feriado, povo que mora aqui no Brasil! 

Alguns comemoram, outros são indiferentes, outros dizem que não há o que comemorar, mas mesmo concordando com Renato Russo fico contente com uma pequena pausa na loucura do cotidiano. 

(Aliás, Perfeição é uma música que infelizmente permanece atual)

Enfim, aqui estamos novamente neste espaço tradicional de nossas sextas-feiras, com uma imagem para inspirar e desafiar aos participantes. 

É  novo aqui ou não conhece esta blogagem coletiva? É simples! Toda sexta-feira, uma imagem é lançada e todos os blogs/páginas/sites.. que querem participar da #1Imagem140Caracteres levam esta imagem aos seus respectivos espaços virtuais, publicam e criam um texto que, como o nome diz, não deve ultrapassar os 140 caracteres - inspirado no microblog Twitter antes deste ampliar este limite. 

"Ah, eu não tenho blog"

Sem problema! Vale publicar em página do Facebook, no Twitter ou outra plataforma. O que importa é se inspirar na imagem e criar. 

A BC é bem democrática, meu povo e minha pova! 

Falando nisso, vamos à imagem desta semana? Desta vez, um GIF!



Imagem obtida no DeviantArt



#postacessivel: a imagem em movimento mostra as mãos de uma pessoa digitando em um teclado de computador. 

  
Escrevo, escrevo, escrevo....
Apago. 
O medo de ser mal interpretado é real. 
Mas não deixo de ter opinião própria! 




Tenham um bom final de semana, respirem, descansem, bebam água, cuidem das plantinhas e bichinhos, sejam felizes, vivam! 
Até mais!



11 de nov. de 2019

Reflexões "bloguísticas"

     
  Estava eu em uma noite ociosa de sábado pensando em um livro que peguei para ler e não estava com vontade de terminar a leitura, e um pensamento veio em minha cabeça. Como o meu Twitter estava aberto na hora, acabei tuitando: "Alguém aí já teve um livro que precisou se esforçar para chegar ao final? Uma obra que não estava dando gosto em continuar lendo, mas que não parecia certo abandonar, e insistiu na leitura mesmo assim?" 

     Isso me fez lembrar de um post antigo, que fiz no primeiro ano deste bloguinho ( quem quiser pode conferir clicando no link: ow.ly/LPSg50x6MXy. 
     Imaginei que interações rolariam hoje em dia com aquela postagem que fiz perguntando sobre o livro preferido e outro que não conseguiu ler ou que leu mas não gostou nadinha. Por isso me deu uma nostalgia daqueles tempos e procurei os blogs das pessoas que comentaram há oito anos atrás. Alguns já foram apagados e os donos não publicam mais na internet, outros não receberam mais atualizações mas estão ainda ativos, como uma lembrança. Alguns blogueiros (alguém ainda usa este termo?) migraram para outras plataformas ou criaram outros blogs deixando os antigos parados ou deletando-os. 
Que  bom saber que ainda há gente "daquela época" que ainda escreve.

Às vezes gosto de revisitar postagens antigas do meu próprio blog, ou de outras pessoas, e ver a evolução das postagens ao longo dos anos, a escrita evoluindo, a mudança de interesses, as guinadas que a vida dá. Enfim.
Comecei este texto como uma colcha de retalhos precisando ser costurada, e apesar de agora estar prestes a apertar o botão de "publicar" ainda acho que há algumas costuras soltas, fico contente em ver que apesar das grandes mudanças no modo de escrever na internet, ainda se encontram blogs, live journals, páginas interessantes  em redes sociais, plataformas de escrita como o Wattpad, enfim... Podem mudar os meios e os tempos, mas a necessidade de escrever, comunicar-se, interagir é perene. Ainda bem! 

8 de nov. de 2019

1 Imagem, 140 Caracteres # 322

Boa sexta-feira, gente linda! 

Como vocês estão?

Aqui continuamos seguindo aos trancos e barrancos, está difícil ser brasileiro nestes últimos tempos. (rindo de nervoso)

Mas, como já está meio tarde, vamos à nossa imagem da semana? 

Imagem obtida no site  Folha da Boa Vista
#postacessivel: a imagem mostra o que parecem ser pessoas participando de uma corrida, porém só se vêem as pernas abaixo dos joelhos, calçando tênis de várias cores. Em destaque um par de pernas calçando um tênis laranja com meias brancas, em ritmo de corrida sobre uma estrada asfaltada. As demais pessoas aparecem ao fundo como imagens embaçadas.


Correndo velozmente, para onde? 
Atrás de que? 
Para que? 
Persigo um objetivo, ou corro apenas para acompanhar os demais? 
O que eu quero mesmo?


Tenham um ótimo final de semana!



1 de nov. de 2019

1 Imagem, 140 Caracteres # 321

Boa noite, povo! 

Atrasada de novo, por que o blog resolveu dar uma travada, mas nunca deixando a peteca cair! 


Como vocês estão? 

Aqui, a mente fervilhando com tanta coisa ao mesmo tempo para se pensar, mas vamos em frente. 

E, com este " em frente" ,também quero dizer que a enrolação  o texto introdutório ficará mais curto dessa vez porque afinal vocês que acompanham o blog estão esperando desde manhã cedo pela postagem e quem não acompanha não está entendendo onde quero chegar, e assim a enrolação começou! Epa, vamos terminar agora! Hahaha! 


Vamos a nossa imagem? 






Imagem obtida no site Social Flores





 #postacessivel: a imagem mostra algumas gérberas cor-de-rosa saudáveis, em um vaso feito de palha trançada. 




Sempre gostou de flores, e como adorava gérberas! 
Nem sempre a presentei com elas...

E agora, que não esqueço, não está aqui para recebê-las.





 ( no clima da data de amanhã, dia de finados aqui no Brasil) 


Até a próxima! 










1 Imagem, Caracteres #472

 Boa noite!!!  Tudo bem com vocês?  Que semana, minha gente. Começando com alagamento em várias regiões do estado, dias sem aula (mas trabal...