Pesquisar este blog

30 de abr. de 2016

1 Imagem, 140 Caracteres # 136

Oi! 

Depois de uma brusca queda de temperatura, de várias atividades e um cansaço monstro que não me deixou chegar perto do computador ontem, aqui estamos com mais uma edição da BC 1 Imagem, 140 Caracteres, com a imagem da semana escolhida pela nossa querida Silvana

Vamos a ela então? 



Finalmente,nossa tão sonhada viagem aconteceu! 
Tornemos cada momento inesquecível! 


Vamos linkar nossas participações lá no Meus Devaneios Escritos? Já estou indo para lá! 
Bom final de semana, pessoal!


25 de abr. de 2016

Under the Bridge - Nostalgiando!


Quando foi que me perdi, e fiquei apenas com as ruas da cidade e o fantasma de alguém  para me fazer companhia?

Às vezes sinto que não tenho ninguém, às vezes alguém que nem lembro mais se é real traz lembranças boas que roçam minha face e meus pensamentos, como  o alentador vento fresco da manhã, ou do fim do dia. 

Quero voltar ao que era, aos lugares e pessoas que amava, mas caminhando por estas ruas que são agora minha casa, não sei se consigo encontrar este caminho. 

Por hora, ou por sempre, fico. 

Entreguei minha vida e o pouco que tinha à ilusão que no início era doce, mas agora amarga como fel em todo meu ser. 

Entreguei o que era e o que tinha de bom. 

Mas ainda acho que não entreguei, nem perdi tudo. 




(lembrando que não fui eu que legendei o vídeo, por isso não adianta brigar comigo por possíveis erros de tradução. E obviamente não tem nada de autobiográfico no texto,  vlw, flw!) 




22 de abr. de 2016

1 Imagem, 140 Caracteres # 135

Buenas! 

E aí, como passaram a semana? Tudo legal aí do outro lado da telinha? 
Conforme prometido, a imagem de hoje também ficou por minha conta, então vamos lá: 





Em minhas mãos, o último presente de meu avô. 
Em minha memória, a possibilidade de recordar. 


Não se esqueçam de visitar também o blog da Silvana e dos demais participantes! 

Tenham um ótimo final de semana! 




15 de abr. de 2016

1 Imagem, 140 Caracteres # 134

Bom dia, pessoas! 

Estamos aqui com mais uma postagem da minha, da sua, da nossa BC amada de todas as sextas-feiras,1 Imagem, 140 Caracteres! 

Agora que acabou a parte doida com ares de narração brega de programa de rádio, vamos ao que interessa, ou seja, claro, a estrela da festa toda! A imagem! 

De tanto ouvir as pessoas falarem ( e eu também falo muito) que o tempo está passando muito rápido e que a vida é corrida, pensei em algo como a imagem abaixo. Segue  a dita e minha participação: 





Maluca vida, acelerada vida. Onde aperta o "pause" para as pessoas te sentirem de verdade? 



Bom final de semana, povo! 






13 de abr. de 2016

Numb

Gosto da palavra "numb" em inglês, para "indiferente" ou "entorpecido" Sei lá, talvez porque ela me lembre "névoa", e quando se está tão entorpecido com algo , é como se houvesse uma névoa embotando a visão, uma indiferença tal, um sentimento de "nenhum sofrimento me comove" (pittyfeelings) que te deixa sem saber para onde ir, se apesar da indiferença separando tal qual uma névoa do mundo que ainda se importa o suficiente para sentir, talvez valha a pena se deixar agarrar por alguma mão estendida e voltar a mergulhar no mundo. 

Enfim, esta introdução cheia de floreios é só para deixar uma música que eu gostava muito no início dos anos 2000. Sei lá, mesmo gostando de coisas alegres, havia algo de amargo, intimista, de enfrentamento - se é que dá para usar esta palavra - que a banda compunha na época, que me levava a pensar em como o compositor retratava tão bem  pessoas perturbadas psicologicamente em suas letras. De certa forma, isso me fazia gostar da banda 

Ao ler a letra pela primeira vez, pensei em uma pessoa subjugada por outra, sem necessariamente um vínculo familiar ou afetivo. No vídeo, aparece uma moça às vezes isolada/indiferente aos colegas, às vezes com o mesmo comportamento em relação à outra pessoa que se presume ser sua mãe ou responsável legal. 

Alguém pode se tornar indiferente, entorpecido, pela convivência desagradável com colegas de escola (bullyng incluso), ou por excessivas cobranças no lar. 
Enfim, só o compositor  sabe mesmo do que estava falando. E a graça das músicas é esta, pode haver muitas interpretações. 

Abaixo, o vídeo e a tradução:







Indiferente 


Estou cansado de ser o que você quer que eu seja
Me sentindo tão sem fé, perdido sob a superfície
Não sei o que você está esperando de mim
Colocado sob pressão
De andar com seus sapatos
(Pego na correnteza, só pego na correnteza)
Cada passo que eu dou é mais um erro para você
(Pego na correnteza, só pego na correnteza)

Refrão

Eu me tornei tão indiferente
Não posso sentir você aí
Me tornei tão cansado
Muito mais consciente
Estou me tornando isto
Tudo o que eu quero fazer
É ser mais como eu sou
E menos como você é

Você não pode ver que está me sufocando?
Me segurando tão apertado
Com medo de perder o controle
Pois tudo o que você pensou que eu pudesse ser
Caiu por terra bem na sua frente
(Pego na correnteza, só pego na correnteza)
Cada passo que eu dou é mais um erro para você
(Pego na correnteza, só pego na correnteza)
E cada segundo que eu desperdiço é mais do que eu posso ter

(Refrão)


E eu sei
Que eu posso terminar fracassando também
Mas eu sei que
Você era exatamente como eu
Com alguém desapontado com você

(Refrão)

Eu me tornei tão indiferente, não posso sentir você aí
(Estou cansado de ser o que você quer que eu seja)
Eu me tornei tão indiferente, não posso sentir você aí
(Estou cansado de ser o que você quer que eu seja)

8 de abr. de 2016

1 Imagem, 140 Caracteres # 133

Boa noite, pessoas! 

Devido a alguns problemas "técnicos" e outros nem tanto, a minha imagem acabou não saindo. Por sorte, a Silvana, uma parceiraça, decidiu colocar uma imagem para não deixar a peteca cair, e aqui estamos nós! 

Sem mais enrolações, vamos à imagem! 



À minha frente, não vejo caminho traçado. Eu mesma o farei, com o pouco que tenho; é o que me basta.

Como já está meio tarde, convido todos a colocarem os links lá no blog da Silvana! E nas próximas duas sextas-feiras, as imagens ficam por minha conta. 
Abraços e fiquem bem! 



6 de abr. de 2016

Desafio Literário 2016 - Um livro de Minha Estante que ainda não li

Xi, um livro que ainda não li? 

Taí uma coisa difícil, muito difícil. Normalmente, se está na estante é porque já foi lido. Mas...se bem que... aqui em casa é nossa estante, então, procurando direitinho, encontrei um :




Os Bruzundangas, escrito por Lima Barreto (13/05/1881 - 1/11/1922) e publicado em 1923, ou seja, após a sua morte, é uma sátira em forma de crônicas, onde um viajante descreve um país fictício, Bruzundanga. Neste país, que nada mais é do que uma representação do Brasil do início do século XX, impera a corrupção, o fascínio por títulos de nobreza, propinas, desigualdades sociais.
Ao ver esta sinopse, fica difícil não traçar até mesmo um paralelo com nosso Brasil contemporâneo. 
Faz alguns anos que obtive o livro, porém ainda não li.. apenas vi a sinopse. 

(momento "facepalm": que vergonha, Marina! 


Mas, já que estou participando de um desafio, desafio-me a mim mesma (kkkk.... ei, o pleonasmo foi de propósito, tá? Não precisaria avisar, mas vai que...) a lê-lo até o final deste ano. Assim que terminar de ler, volto aqui e comento! 



E você, já leu ou ouviu falar sobre Os Bruzundangas


Até a próxima! 







4 de abr. de 2016

Youuuuutubeee!

Boa noite, gente boa! 

Estou experimentando uma nova empreitada: subir ( me recuso a escrever upar) vídeos no Youtube! 

A princípio, colocarei textos curtos e poemas, com imagens e fundos musicais. Talvez mais tarde possa criar outras coisas no canal. 

Na verdade, a ideia não é recente: o canal do Devaneios existe  há algum tempo mas nunca subi nenhum vídeo lá... a ideia de colocar textos em vídeo já vem amadurecendo aqui dentro da minha cachola há vários meses, mas apenas este final de semana resolvi testar o  primeiro vídeo, depois de várias horas brigando com um programa de edição, convertendo arquivo para ser aceito e tentando sincronizar sem muito sucesso uma música. 

Os versos do poema "Ode à Chuva?", já publicado aqui no blog e no livro que lancei este ano, é que fazem a estreia desta nova fase de expansão do blog. O próximo passo é conquistar o mundo quem sabe colocar minha voz nos vídeos e hipnotizar a humanidade para realizar meus desejos de mandar na parada toda terminar de traumatizar quem me segue, ahahahhaah... 

Os próximos vão ser melhores, assim espero. 


Bem, por hoje é só. 

Ah, não é não... excepcionalmente, o #desafioMS2016 será postado na quarta-feira, ok? 

Até mais e tenham uma semana maravilhosa!




1 de abr. de 2016

1 Imagem, 140 Caracteres # 132

Boa noite, meu povo e minha pova! 

A sexta logo chegará ao final, mas consegui! Finalmente estou em frente ao computador e posso postar a imagem da BC desta semana, escolhida pela Silvana! 

Uma imagem muito fofa!  

Segue e imagem e minha participação: 




Toma, bichaninho, pode vir! No nosso chá sempre tem lugar para mais um! 


Até mais, bom final de semana, brinquem, beijem, amem, passeiem, riam, vivam! 

Abraços! 


1 Imagem, 140 Caracteres #481

Boa noite, gente! Depois de um dia cheio de atividades, aqui estamos!  E começa fevereiro, mês de volta às aulas!  Aqui muita expectativa po...