Pesquisar este blog

30 de abr. de 2021

1 Imagem, 140 Caracteres # 393

 Olááá!

Tudo bem?

Em meio a tantas notícias ruins e um clima pesado ( ainda mais sabendo que tantas vidas abreviadas poderiam ter sido salvas), é bom ter alguns refúgios: ler, ouvir música, assistir séries, tocar algum instrumento.. Não como forma de ficar insensível, mas de manter a sanidade mesmo. 

Esse cantinho da internet chamado de "blog", aqui nesse caso o meu pequeno oásis online, é uma das coisas que funcionam como refúgio - ao menos quando estamos falando da nossa Blogagem Coletiva, que mesmo nos últimos tempos tendo sido feita aos trancos e barrancos, continua aqui e hoje chega a marca de 392 postagens  - e isso que talvez eu tenha contado errado, ahaha. 

Amanhã é Dia do Trabalho - ou do Trabalhador, como parecer melhor. Aqui no Brasil também é dia de Nossa Senhora das Graças e de São José Operário, e todo ano acontecem procissões. Ou aconteciam, antes da pandemia. 

Temas para a imagem desta semana não faltam, não é mesmo? Então, vamos a ela, afinal já estou no quarto ou quinto parágrafo e começando a digressionar. 

 


 Imagem  de autoria de Fernando Dias, obtida no site CNBMG

 

 

Imagem: cinco carteiras de trabalho e previdência social brasileiras. As carteiras estão empilhadas, porém de forma que se pode ver um pouquinho da capa de cada uma. A de cima, podendo ser vista completamente. A imagem supõe que são novas ou pouquíssimo usadas.  (Aqui no Brasil, as carteiras de trabalho são pequenas brochuras com capa azul escura na qual se pode ver o brasão da república e em letras brancas bem nítidas as inscrições Carteira de Trabalho e Previdência Social.As letras na parte superior da carteira não estão nítidas na imagem)  

 


Quanta vida em algo tão pequeno! Como algo assim pode resumir a vida de alguém...

 

Bom final de semana! Bom feriado e descanso! Que boas energias venham para os próximos dias. 

  

 

 

24 de abr. de 2021

1 Imagem, 140 Caracteres # 392

Boa tarde! 

Espero poder dizer que esta é a última vez que a postagem atrasa, pois finalmente estou com um computador novo e - assim imagino - não terei mais de ficar brigando quando quero postar algo. 

Essa semana foi atípica. Quem me acompanha no Facebook viu que meu avô partiu, aos 93 anos.. Ele cumpriu uma linda jornada e sofreu pouco nos últimos dias, por isso sua ida não foi tão traumática. Mas durante a semana fiquei mais tempo dando atenção para minha mãe, afinal ela viu o marido e o pai dela partirem em questão de meses. Ela está bem, mas me preocupo mesmo assim.

Enfim, não vamos deixar a peteca cair! Mesmo com atraso, estamos aqui para nossa blogagem semanal! 

Vamos à nossa imagem? 



Descrição: a imagem mostra uma pequena rosa cor-de-rosa forte, em botão - iniciando seu desabrochar. A rosa, na imagem, é vista de lado, mostrando além do botão, o início do caule. 


Florescer, renascer, desabrochar! 

A vida é um eterno recomeço. 


Até a próxima!



16 de abr. de 2021

1 Imagem, 140 Caracteres # 391

 Bom dia! 

Espero que vocês estejam bem! Aqui o dia começou chuvoso,mas agora o sol está brilhando e está um belo dia!

Enquanto vocês leem isso,estou no trabalho (programei a postagem) e possivelmente escrevendo ou lendo muito.

E uma coisa que com certeza estarei fazendo durante a manhã é olhar pela janela para dar umas pausas no trabalho,não importando se a mesma dá para a rua e o que vou ver é paralelepídedo, carros e mais carros. 

Olhar pela janela,pela porta.. para fora,enfim, traz tantos pensamentos diferentes, né? 

Então,pensando nisso, trouxe para esta edição da nossa BC, a imagem abaixo, que salvei do DepositPhotos:

 

Descrição: a  imagem mostra uma jovem mulher  e uma menininha. As duas estão de costas. A jovem está agachada,com suas mãos tocando o vidro de uma porta que dá para o espaço externo. Ela usa usa uma camiseta avermelhada com motivos florais em branco, uma calça branca e sapatilha verde. Seu cabelo é liso e  escuro. A menininha está do seu lado esquerdo e usa um vestidinho amarelo fraco, com alcinhas. Seu cabelo é encaracolado e curto. Demonstra ter cerca de um ano de idade. Ela está de pé, também com as mãos encostando no vidro. No chão, à esquerda da menina,uma boneca de pano com trancinhas loiras e roupinha lilás encontra-se deitada de bruços. A luz do sol entra no cômodo pelo vidro da porta.


 A luz do sol e a claridade de um dia tão lindo fazem até a bonequinha ser esquecida! 

Encantamento! 

 

Bom final de semana! 

 

 



9 de abr. de 2021

1 Imagem, 140 Caracteres # 390

 Olá! 

Como passaram a semana? 

Espero que estejam bem. 

Ontem pela manhã, vi um arco-íris. Fazia um tempo que não acontecia, e por um instante aquilo deixou uma expectativa melhor para o dia. 

Pensei: será que consigo tirar uma foto? Bem, fiz o possível pois o arco-íris já estava se dissipando. E o resultado está logo abaixo, com a frase que veio à minha cabeça no momento.


Foto tirada pela autora do blog

Descrição: a imagem mostra um céu nublado, com um arco-íris com tons fracos aparecendo. Na parte de baixo da imagem, a parte de cima de uma construção com uma lâmpada destas que aparecem em postes de ruas.


Um arco-íris! 

Há quanto tempo não via um. 

Que seja, como outrora,símbolo de renovação!


Até a próxima!



6 de abr. de 2021

Digressões linguísticas

 Ás vezes paro para pensar sobre algumas pequenas coisas linguísticas do nosso universo contemporâneo que me intrigam. 

Uma delas, e até mencionei no Twitter, é a tendência nos últimos anos de receitas postadas em sites cuja lista de ingredientes começa com "X unidades" 

"Duas unidades de ovo"

"Uma unidade de cebola" 

"Meia unidade de abobrinha"

Por que não "dois ovos" e "uma cebola"? Não é a mesma coisa? Ou eu sou muito bronca e tem alguma diferença aí, que não percebo?

"Pique a cebola grosseiramente" Imagino uma pessoa picando a cebola e xingando-a durante o processo. O que não seria algo difícil de acontecer levando-se em conta que eventualmente a gente chora fazendo a tarefa, ou seja, xingar a cebola seria devolver um desaforo que ela nos faz. 

"Sal, pimenta e cebolinha a gosto". Aí você vai ver a pessoa coloca a pimenta em colheres, ahaha. (Lembrei de um certo programa da TV brasileira no qual virou piada a fala de um participante perguntando se sete quilos de sal daria para uma semana - aí depende de quem faz a receita "a gosto"). 

Me divirto pensando em como uma palavra pode ter significados diferentes, dependendo do contexto. Bem lembra disto Luís Fernando Veríssimo, quando em uma de suas crônicas mostra que "pois sim" pode ser interpretado como "não" e "pois não" como um "sim", o que no texto mencionado dava um nó na cabeça de uma moça estrangeira. 


O uso da palavra "onde" como coringa também é algo que não entendo como começou... Deve ter vindo do mesmo lugar no qual se originou o gerundismo, até uma década atrás motivo de piadas e memes e hoje em dia incorporado de tal forma que nem é mais percebido. 

" A história da famosa atriz começou na década passada, onde ela nasceu em 1980 na cidadezinha de seiláqualândia, onde ela teve uma infância feliz, onde vivia com seus pais até completar dez anos." Sério, que tara é essa por tanto "onde" nos textos? Chega a ser irritante, já fechei vídeos e páginas na internet de tanto ver esse bendito onde chovendo em tantos parágrafos a ponto de quase ocasionar uma enchente adverbiativa, se é que essa palavra existe. 


Nossa língua tem tantos advérbios e este povo usando "onde" no lugar de outros termos mais apropriados. 

E o  cujo? O cujo virou artigo raro. "Essa é a menina que te falei, que os pais se mudaram semana passada". Sério, o que aconteceu com o cujo? Que eu saiba a reforma ortográfica não proibiu o uso dele. Deve ter sido sepultado junto com o modo subjuntivo, que teve seu espaço ocupado pelo pretérito imperfeito. 

Sim, sei que estou digressionando. Era para falar sobre receitas e termos estranhos e agora estou implicando com gerundismos e o uso excessivo de termos como se fossem palavras-coringa. 

Mas enfim, tudo está no terreno da nossa língua. Que aliás, adoro com cebola e alho  pela riqueza do vocabulário. 

Temos várias palavras e expressões para significar diferentes níveis de contentamento, surpresa, decepção. Inclusive repetindo palavras, mas não em circunstâncias que não cabem como a palavra "onde" que mencionei alguns parágrafos acima. Muitas destas palavras-coringa são palavrões e dependendo de quem está ouvindo, tudo bem. 

Nossa língua é rica, viva e mutável e isso é muito bom. Mas ao mesmo tempo, é bom cuidar para não limitar tanto nosso vocabulário. 

Para que, por exemplo, importar palavras em inglês para situações em que já temos palavras ótimas em português? 

Dá nada, eu também uso expressões em inglês, espanhol, italiano... Mas ao mesmo tempo, não consigo conceber ficar falando "bowl" quando temos "tigela" e "cumbuca". Ou dizer "estou meio down" quando posso dizer que estou "pra baixo", "borocoxô"... 

Uma expressão que gosto muito é "meio assim". Você não precisa completar quando diz que "está meio assim" ou que tal pessoa "ficou meio assim". Todo mundo entende. 

Penso em como sofre quem interpreta o que ouve de forma literal: 

"Chover canivetes"

"Matar cachorro a grito"

"Estar fora da casinha"

"Viajar na maionese"

"Fazer nas coxas"

"Morar em uma meia-água"

"A passos de tartaruga"

"Sem pé nem cabeça" 

Entre outras expressões que me encantam desde que me conheço por gente. 

Mas sério... ainda estou pensando qual o sentido em escrever "uma unidade de ovo", "duas unidades de cebola"... se alguém souber de um motivo válido para isso, elucide minha mente que adora cultura inútil. 




2 de abr. de 2021

1 Imagem, 140 Caracteres # 389

Bom dia! 

Para nós cristãos, esta é uma data muito significativa: Sexta-feira Santa, dia da Paixão de Cristo. 

Um dia de recolhimento, de silêncio e reflexão. 

Para quem professa outra crença (ou nenhuma) o dia acaba sendo diferente por conta de aqui no nosso país ser feriado nacional, então de alguma forma é uma data diferente para milhares de pessoas. 

Meu abraço solidário a você que não tem uma pausa sequer durante o ano todo, por trabalhar em serviço essencial. 

Enquanto escrevo aqui, muitos estão vivendo esse dia como um dia qualquer, por não terem expectativas... Ou estão vivendo com mais tensão do que o normal, como por exemplo os profissionais da saúde que há um ano tem visto seu trabalho redobrado, pesado, difícil.. Abraços e desejos de dias melhores a todos! 


Por aqui, vamos à nossa blogagem? 


Foto obtida no DepositPhotos

Descrição: a imagem mostra duas mãos de uma pessoa branca, com as palmas viradas para frente. As mãos estão em formato de concha, semiabertas, com os dedos juntos, como quem espera receber algo. Ao fundo da imagem, um céu nublado em tons de cinza, com luz se projetando do alto à direita em direção às mãos.



"De onde virá o meu socorro?"

(Salmos 121:1-8)

Confiar e esperar às vezes é o caminho. 



Tenham um final de semana abençoado e Feliz Páscoa a todos que comemoram!




1 Imagem, 140 Caracteres #481

Boa noite, gente! Depois de um dia cheio de atividades, aqui estamos!  E começa fevereiro, mês de volta às aulas!  Aqui muita expectativa po...