Pesquisar este blog

27 de abr. de 2012

Várias Facetas, Várias Vidas - 2ª parte (II)

VICTOR

(para quem não lembra, aqui começa a história de Victor)

A tarde avança, nevoenta. Dia parado. Meu baseado rola entre os dedos, mas hoje estranhamente não chega à minha boca.

25 de abr. de 2012

Won't you save me?

Luana virou a cabeça para encarar Carlos uma última vez. Já na porta, saiu sem olhar para trás, deixando-o em silêncio. Ele não teve forças para correr atrás dela, não conseguia que suas pernas o obedecessem. Tampouco conseguia articular palavra.

23 de abr. de 2012

20 de abr. de 2012

Várias Facetas, várias vidas - 2ª Parte

ANA

(para relembrar quem é Ana, clique aqui)

A decisão de não recorrer a meus pais era certa, um retrocesso eu não admitiria.
Mesmo na condição em que eu estava. Mas era revoltante...faculdade, horas debruçada sobre livros, noites elaborando extensos trabalhos.. apresentação do tcc, defendendo tese; pós-graduação, estágio.. para ser demitida, sem justa causa, depois de cinco anos trabalhando? E pior, o tempo do seguro-desemprego acabando e eu ainda sem conseguir trabalho. Aquele dia, eu havia reservado para não pensar nisso, mas estava difícil. Pior era ver um monte de vagas sendo oferecidas, em jornais, cartazes, outdoors, e ouvir gente dizendo que "só não trabalha quem não quer". Alôoo? Eu sempre QUIS trabalhar! Não tenho culpa se a empresa teve de cortar funcionários e por algum motivo não totalmente revelado - já que eu sempre me dediquei bem ao que fazia - meu nome foi arrolado na lista de funcionários demitidos. Droga.
A tarde estava acabando, e mesmo na paz da praça, me via defrontada, para não dizer afrontada, com a selva de pedra, que já me avisava: no dia seguinte, eu teria de voltar a atender aos apelos do mundo capitalista, batalhar de novo por uma vaga de emprego, nem que fosse para sobreviver pelo menos com a cabeça fora d'água. Pagar as contas, o tributo de ter optado pela independência e ido morar sozinha. 
Mas esse gosto, de morar sozinha, ninguém iria tirar de mim. Meu conhecimento, idem. Iria vencer essa cidade, esse sistema, pelos meus méritos. E se não desse certo neste lugar, iria ser em outro. Já que morava sozinha mesmo... o que me impediria de por uma mochila nas costas e me mudar? De uma coisa tinha certeza: depois daquela manhã de setembro, daquele dia dando uma pausa na desenfreada busca por emprego, pude colocar ideias no lugar. Tinha vida, vontade, juventude, e não iria sucumbir. Meu lugar ao sol ainda estava me esperando! 

..... continua.....

18 de abr. de 2012

Meta fora o lugar comum!

Um belo dia, um casal formado por um Zé Ninguém e uma Maria Vai com as Outras cansou de ficar sem eira nem beira e resolveu conquistar um lugar ao sol.

16 de abr. de 2012

Dicas da Semana # 32

As dicas de hoje são de dois blogs diferentes, no estilo, na intenção.. mas merecem ser visitados, separando um tempo legal para conhecê-los bem.

1 Imagem, 140 Caracteres # 480

 Boa noite! Tudo bem com vocês? Espero que sim!!! Depois de voltar ao trabalho com alguns dias de formação, aqui estamos!  Sexta-feira chego...