Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2012

Balada do Céu Negro

Era noite, e Lúcia ia caminhando sem pressa, silenciosamente. Cabeça baixa. Volta e meia chutava uma latinha, metal ecoando pela rua deserta. Céu negro. O luar havia sumido, a chuva não tardaria. Negro. Céu. Coração. Dia. Mais uma vez, voltava para casa sozinha, ruminando seus pensamentos. Era assim, desde que descobrira que seu primeiro amor, na verdade, nunca fora recíproco. Adilson era tão imaturo! E Lúcia, uma boba. Foram meses apenas trocando olhares; semanas conversando, se conhecendo, e Lúcia tolamente se apaixonando. "Que legal, finalmente aconteceu comigo! Agora sei o que é amar" Não, ela não sabia. Como também não sabia que Adilson apenas queria "ficar". "Burra, burra"! Pensava consigo."Fiquei tanto tempo me arrumando, com o coração aos saltos cada vez que a gente se encontrava em alguma festa. Achava que ele também era apaixonado por mim". A paixão durou até a festa seguinte, quando Lúcia o viu com outra menina, amiga dela. Ten

A pulseira, o relógio e a vida

A pulseira do meu relógio quebrou. Foi numa queda, um tombo quase infantil. Estava tão acostumada a viver com esse relógio no pulso, que pensei comigo mesma: assim que sair do trabalho, mando consertar. Mas... os dias foram passando. Era meio difícil, pois nem sempre o relógio nas salas de aula marcavam o horário certo, ou então eles paravam. E eu vivia esquecendo de, ao sair do trabalho, parar na bendita relojoaria. E fui procrastinando o conserto, que parecia tão importante. Os dias logo transformaram-se em semanas, meses. O relógio continuava em um cantinho da bolsa, marcando o tempo, lembrando de forma cruel que a vida passa. E a pulseira, em outro canto, partida em três. Fui me acostumando a ver as horas no relógio da sala mesmo. Perdi o tique de viver olhando para o pulso vazio. Quando o relógio da sala não funcionava, colocava o celular para despertar em momentos que precisaria de um alerta (desligado, afinal não se pode usar no trabalho!). Quatro meses se passaram. Na sema

Memes: Leitura e Escrita (nessa ordem!)

 A Pandora ( Uma Pandora e Sua Caixa ) baseando-se nos  Sete Pecados Capitais, criou este este meme: os  Sete Pecados da Leitura , que me foi indicado pelo blog Escritos Lisérgicos. Bem, vamos nessa...  Ganância: Qual seu livro mais caro? E o mais barato? O livro mais caro, não sei direito, pois ganhei vários livros de presente.  Meu livro mais barato até o momento foi " Depois do Funeral", de Agatha Christe , que comprei em um sebo. Ira: Com qual autor(a) você possui uma relação de amor/ódio? Augusto Cury. Ao mesmo tempo que acho alguns de seus livros oportunos em certos momentos, em outros tenho certa "raiva" por parecer que ele se repete muito em certas colocações ao longo de seus livros.   Gula: Qual livro você devorou sem vergonha? Nossa, eu devoro tantos livros! Sou capaz de ler um livro inteiro em poucas horas... Mas até o momento, o que mais "devorei" foi uma coleção de contos sobre Sherlock Holmes. L

Muito Obrigada!!!

Flores virtuais.. sintam seu dia perfumado! F iquei um bom tempo pensando no que poderia escrever, para agradecer a vocês, que me aturam - e leem!  há cerca de um ano e meio.  Pensei em vários estilos de texto, pensei em humor, poesia, crônica, autobiografia... espera, autobiografia não, iria ficar muito meloso e longo, hahaha..  E vou ter de cair em um clichê, peço que me desculpem, mas o que vem à minha mente agora é um grande OBRIGADA!!! P elos comentários, dicas, sugestões, críticas valiosas, incentivos para que eu continuasse escrevendo, mesmo nos momentos em que me sentia sem inspiração. P or terem embarcado junto comigo nas maluquices, nas insanidades disparadas em cinco minutos de bobeira, nos contos e séries, nos poemas em que devaneei.  Fico muito agradecida e feliz  pelo apoio e carinho, por ter conhecido tantas pessoas (virtualmente) e blogs muito legais, que me fizeram amadurecer e sentir cada vez mais vontade de escrever!  S ó tenho o que agr

Transitório

Nada ficou no lugar Nem sonhos, fotos ou fatos Nem rastros, restos ou rostos Nem a vida que passou Nem tudo o que se fez Ou se pensou O que se passou neste lugar? Onde foi parar Tudo que era familiar Tudo que era aconchegante Tudo que era tão comum? O que mudou? Ou será que a pergunta certa é quem mudou?

Dicas da Semana # 40

A segunda passou, e a terça chegou junto com as dicas desta semana. Dessa vez, vamos falar sobre sites com dicas de informática e internet. Criado em 15 de Abril de 2010, O Informática Inteligente " disponibiliza informações sobre informática, novas tecnologias, programação nas mais variadas linguagens, criação de blogs e sites, rentabilização de sites e SEO. Os artigos são dedicados principalmente a pessoas que estão no ramo de criação de blogs, curiosos na área de informática, programadores, pessoas que gostam de tecnologia, entre outros."  (Conforme a página " Sobre ", do referido site) Um design limpo, aliado a informações objetivas e fáceis de entender tornam o site muito interessante. As dicas e informações vão do básico (como por exemplo, alterar proteção de tela do Windows) até dicas de editores PHP.   Além das dicas e informações,o autor do site disponibiliza uma lista de blogs recomendados por ele, sobre o assunto. Posts específi

Desafio (outro???)

  Confesso que, ao ler este desafio no Escritos Lisérgicos , ( e posteriormente no Umas e Outras , e no Versos, Prosas e Colóquios s), pensei comigo mesma, wtf essas perguntas?  Lembrei-me da época de colégio, em que haviam os famosos "cadernos de perguntas", e comecei a rir lendo os posts dos blogs citados (que  adoro ler!).  Os dedinhos ficaram coçando, e mesmo parecendo insanidade resolvi topar o desafio, rsrsrsrs. Então, vamos lá, que são 100 perguntas. 100! E algumas estranhas, mas enfim...  . . Será que respondes a todas as perguntas com sinceridade?    1. Pensa na última pessoa que te disse "amo-te", achas que foi real?   Foi!!! 2. Eras capaz de namorar com alguém de 18 anos?   Hoje em dia não, mas em outras circunstâncias, poderia ser. 3. Quando foi a última vez que tu estiveste zangado e feliz ao mesmo tempo?  Hum... na TPM??? rsrsrsrs 4. Eras capaz de sorrir para um estranho?  Sim. 5. Existe alguém