Pesquisar este blog

26 de fev. de 2016

1 Imagem, 140 Caracteres # 127

Bom dia, gente! 

Tempos atrás, escrevi em uma das postagens desta BC que os participantes poderiam enviar sugestões de imagens para nossas sextas-feiras. A Roselia enviou uma imagem muito bacana, e achei legal utilizá-la hoje. 
Então, #bora? 






Fico tão feliz passando um tempinho no meu quintal! As flores desabrocham e meu sorriso também. 






Boa sexta-feira e até mais! 







19 de fev. de 2016

1 Imagem, 140 Caracteres # 126

Oi!!!

A imagem desta semana, escolhida pela Silvana, casou perfeitamente comigo! 
Esta semana, voltei ao trabalho na sala de aula (as crianças voltam na semana que vem), e de agora em diante uma caneta e um caderno serão meus companheiros constantes! 






Anotar, planejar, avaliar, refletir, replanejar...
Uma nova turma logo vou assumir, e o ano letivo vai começar! 


Tenham uma ótima sexta-feira! 



14 de fev. de 2016

Devaneios e Desvarios em Poemas - livro novo!

Bom dia, boa tarde, boa noite! 

Há duas semanas atrás, estava com dois livros quase prontos. Lancei uma pequena votação nas redes sociais ( deveria ter feito aqui no blog também, desculpem-me por este erro) às cegas, deixando apenas as letras A e B para que as pessoas votassem sem saber o tema... 

Pois bem. Há uma semana atrás, manifestou-se o livro vencedor da votação: Livro A, que viria a ser um livro de poemas. 

Passei mais uma semana terminando de editá-lo e organizá-lo para que ficasse com "cara de livro".. 

E agora, chegou! 


Está disponível meu novo livro: Devaneios e Desvarios: Poemas Diversos! 



Inquietude, esperança, paz, melancolia, felicidade e outros temas em 77 páginas com diversos poemas, alguns já publicados aqui no blog ( e revisados antes de irem para o livro) e outros inéditos! 

Quem quiser se arriscar a conferir (cof, cof..), pode baixar gratuitamente o e-book ( o único "pagamento" que peço é usar o PagSocial,que irá compartilhar uma mensagem no Twitter ou Facebook, assim ajudando a divulgar para seus amiguinhos. :-D) 



Há também uma versão impressa disponível no Clube de Autores. 



Pois é, não bastou publicar um livro, eu tinha que inventar de publicar o segundo, ahahha. 

Abraços a todos e obrigada por me acompanharem até aqui!

Tenham uma boa semana e até mais!!!






12 de fev. de 2016

1 Imagem, 140 Caracteres # 125

Bom dia, povo!

Todo mundo aí já lavou o rosto, tomou café, escovou os dentinhos e está trabalhando/lendo/maratonando séries/ escrevendo... enfim, vivendo?


Oi? Tá dormindo ainda?

BOM DIAAAAA!!!


Oi! 
Direto das mentes de Silvana e Marina (eu aqui!), eis que surge mais uma imagem tirada dos meandros da internet, para vocês, meus queridos e queridas, poderem se inspirar e criar suas maravilhosas interpretações! 






Dançar .. me livrar das amarras e deixar minhas aflições e ideias voarem, meu corpo e mente ficando mais leves! 




Até mais, gente boa! Logo vou visitar vocês! 



5 de fev. de 2016

1 Imagem, 140 Caracteres # 124


Bom dia!!!!!!!!!!!!!

Esteja onde vocês estiverem agora, aqui está mais uma imagem , a de número 124 desta blogagem que desperta tantas interpretações, emoções, reflexões, tá, parei! 

Vamos à imagem, à blogagem, ao dia! 


Nossa parceira Silvana está viajando, talvez não poste a imagem.. Mas mandou abraços, ok? De qualquer forma, visite o blog dela, e se quiser, arrisque-se a ver mais postagens aqui, rsrs

Vamos criar nossa participação e visitar nossos parceiros! 








Dando o último adeus à praia, minha dona quase me esqueceu aqui... mas ouço seus passos apressados em minha direção. Vou para casa! 


Até mais e bom finde! 











3 de fev. de 2016

Músicas no Mercado


 O mercado – mini, super ou hiper -  é um lugar que não tem como não frequentar. Não importa se você é menor ou maior de idade, casada, solteira, enrolada, tem bastante ou pouco dinheiro, ou nenhuma das opções anteriores: Uma hora você vai ter de ir ao mercado, afinal de contas todos nós comemos! E aqui onde moro não tem feira todo dia,ou seja, faltou algo? Mercado!
       Enfim, estava hoje no mercado, tentando escolher a marca menos cara de qualquer coisa,quando parei para prestar atenção na música que estava tocando já há algum tempo.
          Porque não sei se vocês sabem, mas estudos comprovam que música ambiente no mercado estimula o consumidor a permanecer mais tempo lá dentro e , claro,  a comprar mais. Mas...será que todos os mini, médios, super, hiper, mega, extra mercados prestam atenção na lista de músicas que eles escolhem?
 Um destes estudos diz que consumidores embalados por música lentam compram 17% a mais em mercados e 38% mais em lojas de departamentos.O problema é que se tranquilizar demais o consumidor ele vai é procurar a seção de travesseiros para tirar um ronco! (antes que perguntem, nunca fiz isso). 
     Beleza, o som lento induz a comprar mais. Mas, quando a música tem letras não tão românticas? Hoje inventei de prestar atenção na letra da música, que na hora em que estava escolhendo o produto dizia mais ou menos isso “ estou aqui sozinho em um quarto de motel, ninguém prá  eu trair, ninguém prá ser fiel”.. E fiquei imaginando que tipo de produto uma música assim me induziria a comprar. Camisinha? Mas o cara tá lá sozinho. Antidepressivo? Ah, não, mercado não vende remédio. 
Por isso que muitas vezes nem presto atenção nas músicas ou uso os fones de ouvido e ouço o que quero, já que música rápida ou lenta não vai mudar o fato de que estou fazendo compras com uma lista e vou obedecê-la custe o que custar.
A atmosfera do mercado tem de estimular corretamente o cliente. Mas, que tipo de estímulo para comprar vem de uma música do tipo “seu guarda eu não sou vagabundo, não sou delinquente?” É alguma mensagem subliminar para que o cliente nem pense em sair de lá com algo escondido no bolso?

E o que aconteceria se mudassem a lógica e tocassem algo mais animado? Tá, esqueçamos por um momento que música mais agitada faz com que as pessoas tenham mais pressa em abandonar o ambiente (não funcionaria comigo, se tocasse Pitty por exemplo eu seria capaz de ficar um tempinho a mais na frente da prateleira para cantar baixinho acompanhando a música, mas eu não sou todo mundo, né?) Se tocasse algum axé ou pagode, mais gente compraria churrasco para fazer festinha no finde? 
E se tocasse um heavy metal, pessoas que acham que o rock é coisa "dukapeta" sairiam correndo ou começariam a comprar bebidas alcoólicas, energéticos e cigarros loucamente? Ah, não, pera... já tem gente que faz isso tendo as as "músicas normais de mercado" como trilha sonora. 

Melhor deixar como está. Vai que algum mercado resolve modernizar a coisa e tocar algum hit do verão. Este início de ano, há uma música que está fazendo relativo sucesso, chamada “Metralhadora”. Se tocar algo assim, nestes tempos críticos,acredito que os clientes vão é sair correndo e o mercado possivelmente será obrigado a fechar. E se for assim, reduzem-se as minhas opções para as compras da casa. Deixa tocar a música do cara no quarto de motel mesmo e vamos às compras! 

1 de fev. de 2016

Desafio Literário 2016 - Fevereiro

Olá para quem já está participando e para quem vai começar agora! 

No #desafioMS2016 anterior, os participantes,a convite do Momentum Saga postaram um livro que dá para ler em um dia... 

Agora, o segundo desafio: Um livro escrito antes de eu nascer! Nossa, tem tantos... revirei minha estante física e a virtual também ( um jeito de eu tomar vergonha na cara e voltar a usar o Skoob),e o livro escolhido foi..taran, tarãããn...


Um Brinde de Cianureto 




(Sparkling Cyanide, no original em inglês), escrito por Agatha Christie e publicado pela primeira vez em 1945. 


Sinopse: 

 A história começa após a morte de Rosemary Barton, em sua própria festa de aniversário em um restaurante, após beber uma taça de champanhe - que mais tarde descobriu-se que havia sido envenenada com cianureto. 
A princípio, acreditou-se que Rosemary tinha envenenado sua própria bebida, porém o seu esposo recebe uma carta apontando que sua morte havia sido na realidade um assassinato. A partir daí, George, o viúvo, começa a procurar pistas e pensar em pessoas suspeitas que poderiam ter assassinado sua esposa.


        O livro é dividido em três partes, e cada parte possui uma dinâmica diferente.  A resolução do mistério em torno da morte de Rosemary é surpreendente - para quem conhece pouco a obra de Agatha Christie -  engenhosa ao mesmo tempo.  Não fica devendo nada aos outros romances da mesma autora ( já li vários livros dela)
Recomendo! 

E aí, animad@ para continuar participando - ou começar a participar do #desafioMS2016? 

A tabela do desafio está aí do lado.  O objetivo principal é divertir-se e abrir a mente para conhecer ou reler vários livros este ano, então pode começar agora, sem problemas! 

Até a próxima! 





1 Imagem, Caracteres #472

 Boa noite!!!  Tudo bem com vocês?  Que semana, minha gente. Começando com alagamento em várias regiões do estado, dias sem aula (mas trabal...