Pular para o conteúdo principal

1 Imagem, 140 Caracteres # 368

 Bom dia, povo! Espero que vocês estejam bem e se cuidando, permanecendo firmes! 

Aqui a gente vai sobrevivendo, lembrando que não estamos presos em casa e sim seguros nela. 

Se esta é a primeira vez que você chegou aqui no blog, toda sexta-feira fazemos a Blogagem Coletiva 1 Imagem, 140 Caracteres, inspirada no Twitter antigo, criando uma frase, verso ou microconto baseado em uma imagem escolhida durante a semana. 

Quem quiser participar, faz a postagem em seu blog, site, Medium, página de rede social favorita... copia o link e depois insere no "Inlinkz" ao final desta página. Se não tiver blog e quiser participar,pode postar aí embaixo na seção de comentários! 


Vamos à imagem desta semana? 


Imagem retirada do site Currans Flowers

Descrição: a imagem mostra, sobre uma superfície de vidro, um vaso de vidro transparente repleto de flores: rosas de um rosa intenso, gérberas laranjas, lirios amarelos, hortênsias brancas e algumas folhas de samambaia.




Ficou tão cativada pelo colorido da primavera que quis trazer um pouco para dentro de sua casa. Mas agora está com pena de ter feito isso.



Tenham um ótimo final de semana!



Comentários

  1. Linda tua inspiração. Realmente tantas vezes preferimos vasos com as flores já plantadas que depois podem ser renovados e novamente florescer. Adorei! Ótimo fds! beijos, chica

    ResponderExcluir
  2. Um lindo arranjo! Também me pergunto se não estariam melhores ainda nos jardins de onde vieram. De qualquer forma são lindas, coloridas e encantam os olhos.
    Abraço, bom final de semana!
    Sonia

    ResponderExcluir
  3. Boa tarde de primavera, querida amiga Mari!
    Lindíssima a imagem e deu gosto versejar pelo aroma das flores...
    Sua reflexão é bem pertinente, boa participação e sugestão.
    Tenha um ótimo final de semana abençoado!
    Bjm carinhoso e fraterno

    ResponderExcluir
  4. Arranjo lindíssimo que elogio e 👏
    .
    Feliz fim-de-semana
    Abraço

    ResponderExcluir
  5. Ah...a Primavera....tempo de florescer. Adorei a imagem!!! bjs

    ResponderExcluir
  6. Linda inspiração. Amo flores, gosto de vê-las em arranjos diversos nos vasos, mas se for pelo bem da natureza , as plantadas podem renascer... bjs

    ResponderExcluir
  7. Um bom lindo fim de noite com merecido descanso semanal Mari.
    Uma bela imagem a multiplicidade floral que sempre nos encanta,
    mas que bom se as plantas pudessem ficar onde nasceram, né?
    Mas elas carregam n funções nesta vida e assim acabam muitas num jarro ou num canto qualquer.
    Perfeita bela sua leitura.
    Abraços e tudo de bom.

    ResponderExcluir
  8. Flores nos encantam sempre.
    Linda inspiração, Mari.
    Tenha um ótimo final de semana.
    Beijinhos
    Verena.

    ResponderExcluir
  9. Boa tarde Mari,
    Uma imagem linda e muito alegre.
    As flores são uma tentação em ramos ou vasos!
    Eu também levei para casa para alegrar meu outono.
    Beijinhos e bom fim de semana.
    Ailime

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Devaneie você também!

Postagens mais visitadas deste blog

Resenha: Marcelo, Marmelo, Martelo e outras histórias, de Ruth Rocha

O exemplar que tenho em casa, velhinho mas em bom estado Livro : Marcelo, Marmelo, Martelo e Outras Histórias Autora : Ruth Rocha Ilustrador : Adalberto Cornavaca Edição : 33ª Ano : 1976 Editora Salamandra Ruth Rocha é uma das minhas autoras preferidas, pela sua capacidade de criar histórias infantis que levam à reflexão e de tocar em temas dito espinhosos.  Já falei sobre este assunto em uma resenha de outro livro, O Que Os Olhos Não Vêem , aqui mesmo neste blog. Para quem não está associando o nome à pessoa, ela é autora também de O Reizinho Mandão , Dois idiotas sentados cada qual no seu barril , Sapo Vira Rei Vira Sapo,   entre outros. Neste livro, Ruth Rocha conta três histórias, protagonizadas por crianças que vivem no espaço urbano. São situações do cotidiano,que estas crianças resolvem a seu modo, aprendendo e crescendo com os desafios a elas impostos.    -------------------------------- E m Marcelo, Marmelo, Martelo, história que dá título

1 Imagem, 140 Caracteres # 408

 Boa noite de sexta!  Falta de inspiração (é, acontece) e tempo meio corrido me fizeram sentar agora, nesta hora para finalmente poder escrever!   Em primeiro lugar, quero agradecer a todas as pessoas que, tanto aqui no blog quanto nas redes sociais, passaram para deixar felicitações pelo aniversário que foi esta semana. No meio de tanta loucura que tem sido estes últimos tempo, foi um dia feliz em que me permiti sentir o carinho de tantas pessoas ao meu redor, presencial ou virtualmente.  Obrigada, povo!    Agora, a imagem desta semana, nesta sexta-feira treze que muitas pessoas ainda temem em pleno 2021!    Imagem obtida no site SRDZ Descrição: a imagem mostra, do nariz para cima, a face de um gato negro, com olhos amarelos e arregalados e orelhas em pé, em posição de alerta, aparecendo por trás de um pedaço de madeira, possivelmente de um banco ou parapeito.  (Gente, eu nunca expliquei direito, a descrição que faço das imagens é uma tentativa de deixar o blog um pouco mais acessível

1 Imagem, 140 Caracteres #441

 Uma semana se passou e ainda há reflexos da Páscoa no ar...  Tudo bem aí com vocês? Espero que sim! Preparei a postagem mas a internet me passou a perna e agora que dei a volta nela (ahhaha) aqui estamos de novo!  Como já está tarde, arrumei o texto para ficar mais enxuto. Vamos para nossa imagem da semana? Imagem obtida no site Carta Capital Descrição: a imagem mostra um casal de idosos, de costas, caminhando sobre uma passarela de cimento em uma área arborizada . À esquerda vê-se parte de um banco. O homem veste uma camisa azul clara e calças jeans e está de mãos dadas com a mulher, que usa saia marrom e uma blusa de frio branca e meias brancas e longas.  Ambos tem cabelos brancos e curtos.  .................................................................................................. A praça mudou, a cidade ao redor também. Mas você continua aqui ao meu lado. Isso é o que importa no final das contas.  .............................................................................